Olá, amigos e amigas do blog! Hoje vamos falar de um assunto que interessa a muitos casais cristãos: a falta de sexo no casamento. Será que isso é normal? Será que isso é pecado? Será que isso tem solução? Vamos ver o que a Bíblia e a Igreja nos ensinam sobre esse tema tão delicado e importante.

Primeiro, é preciso entender que o sexo é um dom de Deus para o casal, uma expressão de amor e união, uma fonte de prazer e fecundidade. O sexo não é algo sujo ou vergonhoso, mas algo sagrado e digno. Deus criou o homem e a mulher à sua imagem e semelhança, e os abençoou dizendo: "Sede fecundos, multiplicai-vos" (Gn 1,28). O sexo faz parte do plano original de Deus para o casamento.

Segundo, é preciso reconhecer que o sexo tem uma dupla finalidade: procriativa e unitiva. Ou seja, o sexo visa tanto gerar novas vidas como fortalecer o vínculo entre os esposos. Por isso, o sexo deve ser sempre aberto à vida e ao amor, respeitando a natureza e a dignidade dos cônjuges. Não se pode separar esses dois aspectos do sexo sem ferir o seu sentido profundo.

Terceiro, é preciso saber que o sexo exige fidelidade e exclusividade entre os esposos. O sexo é um sinal da aliança matrimonial, um compromisso de amor fiel até a morte. Por isso, qualquer forma de infidelidade ou adultério é gravemente ofensiva a Deus e ao cônjuge. O sexo deve ser vivido somente no casamento válido entre um homem e uma mulher.

Quarto, é preciso lembrar que o sexo requer generosidade e doação mútua entre os esposos. O sexo não é um direito ou um dever imposto pelo outro, mas um dom livremente oferecido e recebido com gratidão. Os esposos devem atender às necessidades um do outro nessa área com carinho e respeito, sem egoísmo ou violência. O sexo deve ser uma manifestação de amor verdadeiro.

Quinto, é preciso admitir que o sexo pode enfrentar dificuldades e problemas no casamento. Às vezes, pode haver falta de desejo ou de satisfação sexual por parte de um ou dos dois cônjuges. Isso pode ter várias causas: físicas (doenças, cansaço), psicológicas (traumas, medos), emocionais (mágoas, ressentimentos), espirituais (pecados), sociais (estresse), etc.

Nesses casos, o que fazer? Como lidar com a falta de sexo no casamento?

A resposta cristã à falta de sexo no casamento deve ser baseada na fé em Deus, na oração sincera, na comunicação honesta e na busca de ajuda adequada.

Fé em Deus: Acreditar que Deus ama os esposos e quer o bem deles; confiar na sua graça para superar as dificuldades; seguir os seus mandamentos para viver bem o matrimônio; louvar a sua bondade pelos dons recebidos; pedir-lhe perdão pelos erros cometidos; entregar-lhe as angústias e esperanças.

Oração sincera: Rezar juntos como casal todos os dias; pedir ao Espírito Santo sabedoria para discernir a vontade de Deus; interceder um pelo outro diante do Senhor; recorrer aos sacramentos da Eucaristia e da Reconciliação com frequência; buscar apoio na Palavra de Deus; recorrer à intercessão da Virgem Maria.

Comunicação honesta: Conversar abertamente sobre os sentimentos envolvidos na questão sexual; expressar as necessidades

Artigos Relacionados

casamento cristão sexo oral

casamento cristão sexo oral

casamento cristão sexo

casamento cristão sexo

Like our News?

Image